Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DESABAFOS DE ALGUÉM

DESABAFOS DE ALGUÉM

Dezembro 07, 2018

O desprezo...

Como disse numa das entradas anteriores do blog, tive que apagar o meu perfil antigo na maior rede social do momento e criar um novo. É claro que isso deu imenso trabalho pois, entre outras coisas, tive que enviar convite de amizade para todos aqueles que já tinha adicionados como meus amigos. Mas até aí tudo bem. Também tive que enviar uma mensagem privada através do perfil antigo para cada uma dessas pessoas a avisar. Mais uma vez, tudo bem. O que não está nada bem é que ainda tenha alguns desses pedidos pendentes, mesmo depois de ter avisado também pessoalmente algumas dessas pessoas. E o pior, foi uma pessoa a quem enviei uma sms onde falava de um problema com a identificação numa foto de grupo lá nessa rede social, pessoa essa que simplesmente nem aceitou (ainda) o meu novo convite de amizade nem respondeu à sms e, quando a minha cara metade lhe "lembrou" dessas duas coisas numa sms onde falou de outros assuntos, essa pessoa simplesmente ignorou essa parte da sms e só respondeu aos outros assuntos. Cada vez entendo menos o que se passa...

Dezembro 07, 2018

Publicar ou não publicar no meu perfil?

Continuando o assunto da minha entrada anterior no blog... Há uns dias, uma das pessoas que tenho adicionada como amiga escolheu-me para um daqueles desafios que durante alguns dias tem que se publicar alguma coisa e escolher um amigo para fazer o mesmo. Não gosto muito da maioria desses joguinhos mas, como até à data não tinha nada contra a pessoa (muito pelo contrário) e o desafio nem era assim tão difícil, resolvi aceitar mas sem cumprir a parte de escolher amigos para fazerem o mesmo (pois não quero que ninguém se sinta obrigado a aceitar o joguinho e muito menos quero levar com um não e gerar conflitos). Acontece que a pessoa só ligou à primeira publicação que eu fiz, dando um simples like. Para piorar, no dia seguinte escolheu a minha cara metade, e aí já deu like ou love em todas as publicações que a minha cara metade fez nesse jogo. Não entendo...

Dezembro 06, 2018

Dar ou não dar likes e loves?

Já não aguento mais fazer publicações no meu perfil (na maior rede social do momento) e receber apenas um love da minha cara metade e eventualmente mais um like ou dois e raramente um comentário ou dois (sendo que a maioria também da minha cara metade), tendo uma boa quantidade de amigos (que começo a questionar se serão mesmo amigos, até porque a maioria conheci-os por serem amigos da minha cara metade).

Eu, sempre que posso, vou à página inicial e percorro as publicações de todos, dando sempre feedback: faço a reacção (likes ou loves na maioria dos casos, alguns risos quando se proporciona a isso, e também o triste se for o caso, e raramente o zangado quando o assunto é revoltante) e sempre que possível comento também (e tudo sempre com respeito e boa educação).

Agora pergunto:

Dá vontade de continuar a dar feedback aos outros???

E dá vontade de continuar a publicar coisas no meu perfil???

Vale a pena???

Em contrapartida, para a injustiça ser maior ainda, vou ao perfil da minha cara metade e vejo publicações com a mesma qualidade das minhas cheias de reacções positivas e comentários (ou pelo menos com muito mais feedback que as minhas).

Dezembro 04, 2018

Desconfiados não sei de quê!

Sempre me achei uma pessoa desconfiada e com razão.

Mas, na internet, principalmente na porcaria da maior rede social do momento, existe uma desconfiança exagerada que já mete nojo!

Tive que apagar o meu perfil antigo lá, e criar um novo. E cada vez que tento entrar num grupo, se não me bloqueiam, deixam-me pedente "ad eternum".

Para começar, gostava de saber como conseguem ver que o meu perfil é recente, se eu tenho tudo privado.

Depois, acho nojento estas atitudes. Se não confiam, e têm medo que eu seja alguém "terrorista" que vai fazer sei lá o quê no grupo, aceitem-me primeiro e esperem para ver e só depois, se assim confirmarem, então expulsem-me do grupo e bloqueiem-me, o que não acontecerá obviamente.

Já não se aguenta tanta estupidez junta!

Dezembro 02, 2018

A pessoa invejosa e ordinária!

Tudo começou quando o estupor de uma pessoa conhecida da minha cara metade nos apresentou uma pessoa que conheceu na internet. Para meu pesadelo futuro, essa pessoa tem um passatempo em comum com a minha cara metade e então deram-se logo muito bem, mas sempre na base da amizade. É claro que senti ciúmes e com razão, pois os telefonemas eram a toda a hora. E para piorar, a minha cara metade caiu na asneira de dizer na brincadeira a essa pessoa nefasta que eu tinha ciúmes. Resultado: já fui vítima de cyberbullying por parte dessa pessoa e de outra pessoa amiga dela (é claro que denunciei, embora tenha sido em vão); essa pessoa andava a postar fotos de si no perfil da minha cara metade sem a menor vergonha na cara (fotos horríveis, pois a pessoa é velha e feia, e nem sorrir sabe) (também denunciei por spam, mas mais uma vez em vão), mas isso já se resolveu, pois a minha cara metade lá teve o bom senso de colocar essa pessoa como acquaintance; mas continuam os telefonemas, embora em menor quantidade. A minha cara metade não termina a amizade com essa pessoa por pena, pois diz que essa pessoa tem a auto estima em baixo; também me disse que essa pessoa tem ciúmes da nossa relação (não da parte amorosa, mas da amizade que também temos). Na minha opinião, o que essa pessoa tem é muita lábia, e eu cedo percebi que não gostava nem um pouco de mim. Essa pessoa tem cônjuge, se não está feliz com o casamento divorcie-se e procure outras amizades; mas deixe a minha cara metade e a mim em paz!

Dezembro 01, 2018

Bloquear tudo e todos!

Agora a moda na internet é bloquear.

Bloqueia-se a conta de um utilizador sem dar nenhuma justificação. As redes sociais, principalmente aquela que (infelizmente) é a maior do momento, não têm o menor respeito pelos seus utilizadores.

Nessa mesma rede social, bloqueia-se o perfil de um utilizador que tenta entrar num grupo. E mais uma vez, sem dar nenhuma justificação e sem nenhuma razão aparente.

É um choque (prejudicial à saúde mental e física, mesmo da pessoa mais saudável do planeta) que se sente quando descobrimos que fomos bloqueados sem termos feito nada de mal!

Por outro lado, temos as pessoas más que somos obrigados a bloquear para nos tentarmos defender.

É lamentável que tenha que ser assim...